Bem vindos ao Dakota Johnson Portugal, única e melhor fonte de informações sobre a atriz Dakota Johnson, mais conhecida por dar a vida à personagem Anastasia Steele em as “Ciquenta Sombras”, em Portugal. Aqui vais encontrar todo o tipo de notícias, desde aparições, novos projetos, cada detalhe dos seus trabalhos, entrevistas e muito mais. Não somos a Dakota e não mantemos qualquer tipo de contato com a mesma. Não temos contato com os seus agentes, familiares ou amigos. Todo o conteúdo encontrato no site pertence ao site até que seja informado o contrário. Site de fãs para fãs, sem fins lucatrivos. Visita cada página e volta sempre!

Aconteceu na sexta-feira passada (03) a primeira estreia mundial de The Lost Daughter no Festival de Cinema de Veneza. Dakota Johnson, que interpreta a Nina no filme, compareceu ao lado de Olivia Colman, Maggie Gyllenhaal, Peter Saarsgard, Luca Guadagnino, Alessandro Michele, Jake Gyllenhaal e muito mais. Confiram as fotos e os vídeos abaixo:




A estreia de Maggie Gyllenhaal na direção com um elenco fantástico: Olivia Colman é a protagonista, Leda, juntamente com a Dakota Johnson, Peter Sarsgaard e Alba Rohrwacher

Para a sua estreia na direção – intensa e intimista – Maggie Gyllenhaal escolheu A Filha Perdida, baseado no romance La figlia oscura de Elena Ferrante, deslumbrada pela autora de L’amica genial. Exibido pela primeira vez no Festival de Cinema de Veneza e em breve nos cinemas italianos e na Netflix, o filme reúne um elenco feminino estelar de grande valor.

A sinópse

A protagonista, Leda, é interpretada pela vencedora do Oscar Olivia Colman (no presente) e pela talentosa Jessie Buckley (no passado). No início da história, Leda, uma professora britânica, está de férias na Grécia, onde aluga uma villa à beira-mar que parece dar-lhe a tranquilidade que procura. Quando um grupo de vizinhos barulhentos chega à praia, o clima muda: Nina (Dakota Johnson) tem uma filha jovem e inquieta, cuja visão enche Leda de ternura, mas também de tristeza. Leda tem duas filhas adultas e se vê na jovem mãe, mas algo muda, iniciando uma série de inesperadas cadeias de reações. O estudante irlandês Will, interpretado por Paul Mescal (protagonista da famosa série Normal People), administra o resort de praia, enquanto Peter Sarsgaard é o professor Hardy, um acadêmico que mudou profundamente a vida pública e pessoal de Leda.

Para Olivia Colman

Maggie Gyllenhaal disse que Elena Ferrante concedeu-lhe os direitos de adaptação [do romance em filme] sob duas condições, uma foi que ela não retratasse Leda como louca porque isso teria desencadeado uma onda de superioridade e falta de empatia por parte do público. O que você acha disso?

Olivia Colman: Na realidade, todo mundo pensa que é algum tipo de pessoa, mas acaba sendo diferente. Leda faz coisas horríveis, mas de um jeito diferente do normal, o que imediatamente me intrigou da maneira certa. Gosto de experimentar. E estou feliz que ela não seja considerada louca porque ela é apenas uma mulher para quem a vida reservou situações muito complexas.

É difícil compartilhar o mesmo com outra pessoa?

OC: Jessie e eu somos amigas e nos conhecemos há muito tempo, então trocamos várias mensagens, mas Maggie me tranquilizou antes. Ela não queria que eu me fixasse em como coordenar nossas performances e me deu carta branca, o que foi libertador. Nossos dias de filmagem se sobrepuseram apenas por alguns dias, mas foi legal.

A diretora disse que não acreditou no que via quando viu que você havia aceitado o papel. O que o convenceu a fazer isso?

OC: Eu respeito e admiro muito a Maggie e gostaria de ser tão multifacetada quanto ela. Eu nunca vou dirigir na minha vida, há muitas coisas para manter sob controle, enquanto ela tem a situação sob controle o tempo todo. Então, quando ela me ofereceu o papel, fiquei com medo de não ser boa o suficiente para isso. Precisei de algumas doses para encontrar coragem para dizer sim.

A autora é Italiana, a diretora é americana e a protagonista é britânica. Como vocês se entendem?

OC: Para mim, isso é um valor agregado, porque Maggie é muito direta. Lembro-me de um dia quando estávamos no set com a figurinista, que também é britânica: estávamos conversando por cerca de vinte minutos sobre um certo chapéu de que eu não gostava, mas estava tentando lidar com a situação diplomaticamente. Não conseguimos chegar a um acordo e assim que ela percebeu, disse “Tire essa p*rra de chapéu”. Nós dois falamos inglês, mas era como se fossem idiomas diferentes, mas ela resolveu o problema em um segundo.

Então Maggie convenceu Elena Ferrante.

Como você obteve os direitos do filme?

Maggie Gyllenhaal: Eu me apaixonei completamente pelo livro, a ponto de escrever para Elena Ferrante uma longa e apaixonada carta. Ela me disse que não me daria os direitos a menos que eu dirigisse o filme, então eu tentei. Eu nunca conheci Elena Ferrante, mas nós nos escrevíamos muito e eu valorizo ​​essas palavras porque elas são muito preciosas para mim.

No início, a sua esposa não queria dar-lhe o papel de um homem envolvido em um relacionamento com uma mulher jovem e bonita. Você está feliz que ela mudou de ideia?

Peter Sarsgaard: Para mim, foi um enorme prazer ver minha esposa mostrar todo o seu talento e potencial. Não vou acrescentar mais nada, porque posso começar a chorar. Veja, agora as pessoas sabem que ela não é apenas uma atriz incrível, mas também tem um olho aguçado para a verdade não convencional. Ela sempre consegue me inspirar.

Como lhe convenceram a se juntar ao projeto?

Dakota Johnson: Maggie e eu nos encontramos para almoçar em Nova York, antes disso nos vimos apenas uma vez em uma festa, muito brevemente. A verdade é que sempre fui apaixonada pelo trabalho dela e desta vez ela me pegou desprevenida com o papel que me pediu para interpretar. Ela me fez sentir segura, mesmo que seu pedido me assustasse muito. Esta é uma colaboração que ficará comigo para sempre.

Alba Rohrwacher: Eu estive no set apenas por alguns dias para minha participação especial, mas aqueles foram os momentos mais felizes do ano passado.

Uma última curiosidade: você sabe quem é Elena Ferrante?

Maggie: Infelizmente, não. Eu nunca a conheci, mas nós nos escrevíamos muito e eu valorizo ​​essas palavras porque são muito preciosas para mim.

Fonte | Tradução: Equipa DJPT




Algumas horas antes da estreia mundial de The Lost Daughter, a Dakota Johnson juntamente com a Olivia Colman, Maggie Gyllenhaal e o resto do elenco compareceram ao photo-call e conferência de imprensa do filme no Festival de Cinema de Veneza.

Confiram as fotos e vídeos abaixo:




The Lost Daughter” foi exibido pela primeira vez para o público e para a crítica especializada. Com muita aclamação para a performance da Dakota como Nina.

Traduzimos algumas críticas especialmente para vocês, sem spoilers!

THE GUARDIAN: Em sua excelente estreia como diretora, Maggie Gyllenhaal conjura o romance original de Elena Ferrante de 2008 num cinema húmido e sensual: uma miniatura cativante, cheia de detalhes reveladores e pequenos dramas em letras grandes. Artistas como Ed Harris, Dakota Johnson e Paul Mescal fornecem a The Lost Daughter um impressionante coro grego. Mas este é o palco de Colman e a sua tragédia. Você não consegue tirar os olhos dela por um segundo.

Ainda não li o romance de Ferrante e achava que sabia para onde este estava a ir. Mas The Lost Daughter enganou-me e tomou uma direção diferente, com mais nuances; aquele que é tão gratificante à sua maneira.

TIME: The Lost Daughter está uma ideia ousada e perigosa: é uma exploração do que a maternidade pode drenar de uma mulher – uma mudança dramática dos típicos clichês de olhos vidrados sobre como é gratificante ter e criar filhos. Buckley é incrível, seu desempenho combinando tão perfeitamente com o de Colman que é fácil ver a mulher mais velha dentro da mais jovem, e vice-versa. Tanto Colman quanto Buckley são talentosos e habilidosos, mas os temas do filme são exigentes e complicados; Eu poderia imaginar algumas pessoas sendo repelidas por eles. Gyllenhaal molda essas ideias lindamente, de uma forma que parece pesquisadora e exploratória, nunca julgadora. E você tem a sensação de que ela se apaixonou um pouco pelos atores. Isso não é um requisito para todos os filmes, mas talvez para um como este, que mergulha tão fundo na alma de uma mulher que teve que agarrar a própria felicidade, aquele toque extra de ternura pode fazer toda a diferença.

Chamar The Lost Daughter de estreia garantida é prestar um pequeno desserviço – a garantia sugere que um cineasta sabe tudo o que acontece. O que vemos é algo maior: o ato de descobrir – dos dons que os atores podem trazer para um história, de como manter uma narrativa complexa juntos – em andamento. É isso que torna este filme tão eficaz, tão ocasionalmente perturbador e tão vivo.

THE WRAP: É uma obra-prima de percepção e de tudo o que a sociedade atribui às mães e à maternidade. Ele captura a pressão sobre as mães para nunca reclamar e sempre sorrir, mesmo quando você está gritando por dentro. É uma estreia triunfante para Gyllenhaal.

INDIE WIRE: Olivia Colman e Dakota Johnson apresentam algumas das suas melhores performances.

Tradução: Equipa DJPT




Após as filmagens de “Persuasion” acabarem no Reino Unido, a Dakota decidiu tirar umas pequenas férias com o seu namorado Chris Martin em Espanhã – antes de começar a filmar “Cha Cha Real Smooth” em Agosto nos Estados Unidos.

O casal foi fotografado em Palma de Mallorca nesta quinta-feira, 22, enquanto relaxavam.

Confiram as fotos embaixo anexadas e na nossa galeria:




As filmagens de “Persuasion“, estrelado por Dakota Johnson, Henry Golding e muito mais, começou as filmagens em meados de Maio e terminaram em Julho.

Já podem conferir todos os candids durante as gravações na nossa galeria:




A atriz foi fotografada no sábado, 24, com o seu namorado Chris Martin enquanto iam comprar café em Malibu.

Ela também estava a usar uma máscara é da comunidade The People Concern que enfrenta os efeitos da pobreza, doenças físicas e mentais, abusos, dependências e também dos sem abrigo.

Podem conferir em baixo as fotos da Dakota e do Chris na nossa galeria:




A Gucci lançou uma nova campanha na quinta-feira, 22, “Gucci Beloved“, que conta com a participação de uma série de estrelas conhecidas no The Beloved Show, uma versão de um programa de entrevistas noturno de Hollywood. Idealizado pelo diretor criativo da Gucci, Alessandro Michele, o talk show é apresentado pelo britânico James Corden (apresentador do The Late Late Show, transmitido pelo canal americano CBS), que conversa com estrelas no set do The Beloved Show sobre suas últimas façanhas, assim como sua amada bolsa. Os convidados incluem a atriz Awkwafina; a atriz e diretora Dakota Johnson; a atriz Diane Keaton; o músico e ator Harry Styles; a tenista e empresária Serena Williams; e atriz Sienna Miller.

Durante a pequena apresentação o apresentador James Corden fez três questões à Dakota, iremos traduzir para vocês:

P: Qual é a tua lembrança mais querida que do ano passado?

DJ: Beijar a Olivia Colman.

P: Qual é o item mais querido do teu armário e com que frequência o usas?

DJ: Um par de botas Dr. Marten que ainda tenho desde os meus 15 anos. Eu usava-as todos os dias. Agora elas estão bem desgastadas. Às vezes eu uso-as quando me sinto como uma adolescente confusa e desarrumada.

P: O que mais gostaste em participar na campanha Gucci Beloved?

DJ: Ver o James e o Harmony. Senti falta de ver as pessoas que amo.

Confiram as fotos oficiais da campanha já na nossa galeria:

 

Confiram também em baixo o pequeno vídeo hilariante entre a Dakota e o James Corden para a campanha:




Na passada terça-feira, 20, foi lançada a nova coleção Gucci Aria.

A Dakota juntou-se a vários famosos na apresentação virtual da marca italiana.

Confiram a única foto disponível do evento na nossa galeria:




A atriz foi fotografada na passada segunda-feira, 19, enquanto fazia umas compras rápidas num supermercado em Malibu.

Ela também estava a usar uma máscara é da comunidade The People Concern que enfrenta os efeitos da pobreza, doenças físicas e mentais, abusos, dependências e também dos sem abrigo.

Podem conferir em baixo as fotos da Dakota na nossa galeria:




parceiros
layout desenvolvido por lannie d. - Dakota Johnson Portugal